JORGELSBARBOSA

Poesia e Prosa

Textos

OUVI
(23/12/1986)
A chuva caindo e ao longe o apito do trem
O fechar de uma janela e o latido do cachorro
Os pingos da chuva batendo muito no chão
E um barulho de água caindo lá no forro

O repique do telhado e uma porta rangendo
Os passos de alguém passando rápido na rua
O som da bateria, com água, da folia de reis.
E eu com  janela fechada sem poder ver a lua

E a chuva lá fora continua presente e estridente
Supera o rabisco da escrita e o estalar dos dedos
No meu universo foi o que muito daqui eu ouvi
Em todos  estes dias,  neste quarto, sem medos.

Vários dias ouvi e muitos destes dias ouço
O meu pensamento e também minha ideia
A caneta riscando o papel do meu caderno
Enquanto vou saboreando a gostosa geleia.

E ouço a poesia do nosso grande universo
Mesmo sem poder olhar do lado de fora
O importante é estar em conexão no verso
E estar bem comigo mesmo, aqui e agora.
JorgeLSBarbosa
Enviado por JorgeLSBarbosa em 11/01/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras