JORGELSBARBOSA

Poesia e Prosa

Textos

NO ENTARDECER E NO ANOITECER
(06/04/2015)

No entardecer deste meu silêncio
Ouço a bela sonorização do vento
Sentindo a presença do que entendo
E o barulho deste meu pensamento

No anoitecer deste suave encanto
Me silencio sem que algo me desperte
Visualizando ao redor o presente
E a paralisação do movimento inerte

No entardecer desta minha análise
Observando as árvores e as nuvens
Monto, através da natureza numa tela,
O que espero do mundo, sem ferrugens.

No anoitecer da minha concentração
Enxergo as luzes de muitas estrelas
As vidas dentro deste nosso universo
E a felicidade de sempre poder vê-las
JorgeLSBarbosa
Enviado por JorgeLSBarbosa em 11/01/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras